Sobre a Primeira Pedra

Primeira Pedra é um programa internacional de pesquisa experimental que explora o potencial da Pedra Portuguesa. Centrado nas características físico-mecânicas e estéticas absolutamente únicas dos vários tipos de Pedra que compõem a paisagem geológica de Portugal, Primeira Pedra junta a produção ao design através do desenvolvimento de utilizações inovadoras deste material singular, enaltecendo assim a sua qualidade e a ampla indústria nacional que está ligada à sua extracção e transformação.

Ao longo de 2016 e 2017, Primeira Pedra concretizou 3 grandes projectos de investigação e desenvolvimento – Resistance, Still Motion e Common Sense – que se materializaram através de exposições e apresentações em Veneza, Milão, Weil am Rhein, São Paulo, Londres e Nova Iorque. Convidando alguns dos nomes nacionais e internacionais mais sonantes das áreas do design e arquitectura, estes projectos posicionam-se como uma homenagem à extraordinária versatilidade desta matéria-prima intemporal.

Permanecendo fiel ao seu objectivo de revelar as possibilidades da Pedra Portuguesa, juntamente com a realidade sociocultural que a sua indústria integra, Primeira Pedra está a desenvolver novos projectos para 2019 e 2020 com mais arquitectos e designers, ampliando também o seu campo de acção através da integração de artistas. Focando todas as etapas e dimensões deste material e o seu impacto no meio ambiente, estes novos projectos exploram abordagens pouco convencionais, reinventando a pedra através do uso de outros materiais e conceitos alternativos. Estes projectos serão apresentados em Veneza, Paris e Nova Iorque, culminando numa exposição retrospectiva em Lisboa que irá apresentar todos os projectos e peças que foram desenvolvidas no âmbito deste programa até à data.

 

 

PROJECTOS


Resistance

Este projecto dá especial enfoque à enorme resistência de determinadas pedras portuguesas. Tomando essa característica como factor diferenciador, vários arquitectos foram convidados a desenvolver projectos onde exploram as características fisico-mecânicas da Pedra Portuguesa, associando-as à sua beleza e coloração particulares.

Resistance dividiu-se em duas fases, onde a segunda fase deu continuidade à pesquisa iniciada na primeira, introduzindo um novo conjunto de tipos de pedra, ampliando as abordagens e as possibilidades dos resultados. Os projectos iniciados pelos 5 arquitectos na fase inicial foram finalizados, consolidando as ideias já lançadas. Na segunda fase, um novo grupo de 5 arquitectos juntou-se ao anterior, desenhando e produzindo mais um conjunto de objectos que enriquecem a reflexão sobre o potencial de novos usos da Pedra Portuguesa.

A primeira fase de Resistance foi apresentada em Veneza, durante o decorrer da 15ª Exposição Internacional de Arquitectura da Bienal de Veneza, e a segunda apresentação do projecto aconteceu em Weil am Rhein no Vitra Campus durante a Art Basel 2017, integrando os resultados das duas fases de desenvolvimento.

Resistance

Still Motion

Este projecto junta vários protagonistas da área do design gráfico, explorando o potencial e a diversidade da pedra portuguesa, principalmente nas suas características mais visuais de cor e textura, aplicado a esta área de projecto.

Os designers elaboraram desenhos que foram posteriormente produzidos em pedra utilizando o sistema de embutidos, explorando texturas e a paleta cromáticas das pedras seleccionadas, através da sua opacidade e possíveis acabamentos.

Duas linhas conduziram este projecto: a exploração da ideia de beleza e da sua presença no espaço privado ou público e a criação de imagens que tenham possibilidades de distintas leituras, consoante a perspectiva ou a luz, por exemplo.

Still Motion foi apresentado em Itália, durante o Salone del Mobile di Milano e a Feira de Arte de Milão em 2017.

Still Motion

 

Common Sense

Centrado na área do design produto, Common Sense é um projecto onde um grupo de designers internacionais foi convidado a trabalhar sobre ideias de objectos e utensílios do quotidiano do século XXI, que explorem o potencial da Pedra Portuguesa.

Apelou ao desenho de peças simples, em que a função fosse facilmente perceptível por todos – tentando atingir aquilo que normalmente chamamos de senso comum – apelando também a que as peças traduzissem uma dimensão associada à beleza e à delicadeza. A sua utilização é prevista no âmbito do uso pessoal e doméstico, seja ele em espaço de trabalho ou público.

Common Sense foi apresentado em São Paulo na Casa de Vidro Lina Bo Bardi e também na feira de design MADE.

Resistance

 

 

COMUNICAÇÃO


Website

Este é um website compreensivo e abrangente sobre o tema da Pedra Portuguesa. Constitui-se como uma ferramenta útil na pesquisa das potencialidades de aplicação prática do material. Apresenta não só documentação sobre as características mais técnicas da pedra e a sua ocorrência no território nacional, mas também contém informação completa e actualizada sobre a indústria que lhe está associada. Este website acompanha ainda todos os desenvolvimentos e apresentações dos projectos do programa Primeira Pedra.

 

Aplicações Digitais

Como complemento funcional ao website e para facilitar o acesso à informação, o programa Primeira Pedra publicou 3 aplicações gratuitas para plataformas digitais móveis. A primeira aplicação – Primeira Pedra – centra-se sobre os projectos de pesquisa. A segunda – Pedra Portuguesa –  apresenta a enorme variedade de pedras portuguesas, e a terceira – Histórias da Pedra Portuguesa – apresenta factos e particularidades interessantes sobre a pedra em Portugal. Com um funcionamento mais apelativo na pesquisa, visualização e manipulação da informação, e por vezes mais lúdico, estas aplicações digitais permitem uma melhor comunicação sobre os conteúdos nos diálogos que incluem as diversas partes interessadas: indústria, projectistas e clientes.

 

Documentário

Primeira Pedra integra também uma série contínua de documentários, produzidos em parceria com a RTP. Estes documentários exploram os diversos projectos do programa, dando a conhecer as várias vertentes da vida da Pedra Portuguesa, desde a sua existência na natureza, à sua extracção e por fim transformação, segundo ideias inovadoras e o desenvolvimento de projectos específicos. Os primeiros 3 documentários foram lançados em Outubro de 2018 na RTP2.


logos-3-pt


Com o Alto Patrocínio de Sua Excelência o Presidente da República Portuguesa Marcelo Rebelo de Sousa

 

Empresas de Produção e Transformação
Airemármores / ASG  / Comarmore / Cupa Stone / Dimpomar / ETMA / Ezequiel Francisco Alves / Farpedra / Fátima Stones / Feliciano Soares Granitos / Formas de Pedra / Gárgula Gótica / Granidaire Granitos / Julipedra / JRG Granitos / LSI Stone / Manuel & Cardoso / Marfilpe / Marmocazi / Mármores da Granja / Mármores Galrão / Mocapor / MVC-Mármores de Alcobaça / Pedrantíqua / Pereira Gomes & Carvalho / Polimagra / Sociedade das Pedreiras do Marco / Solancis / Solubema